Notícias

Seeduc lança aplicativo de ensino remoto / 15/03/2021

No Applique-se, professores e alunos podem acessar materiais didáticos navegando de forma gratuita


No dia 1º de março, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) lançou o Applique-se, aplicativo para ensino remoto que está disponível para baixar nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Nele, professores e alunos terão acesso a ferramentas de aprendizagem, como materiais didáticos e exercícios em arquivo de PDF, aulas em áudio e vídeo, além de acesso ao Google Classroom, plataforma que abarca as turmas de cada escola. O usuário poderá navegar pelo software 24h nos sete dias da semana, sem utilizar seu pacote de dados.



Até abril, os conteúdos no aplicativo estarão focados na revisão do ano letivo de 2020, divididos por anos e séries do Ensino Regular – do 6º ano do Fundamental à 3ª série do Ensino Médio - e fases e módulos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Isso significa que o aluno que hoje está na 2ª série do Ensino Médio, por exemplo, irá clicar no botão “1ª série”, que cursava no ano passado, e acessar o material.


A partir de maio, após avaliação de todos os alunos da rede estadual, o Applique-se também terá os materiais referentes à série ou ao ano de escolaridade em que o aluno está matriculado.


Todo o conteúdo disponível no novo App foi feito por professores e equipes pedagógicas e de tecnologia da própria secretaria.



- O lançamento do Applique-se faz parte do planejamento estratégico da Seeduc de trazer a educação fluminense para o século XXI. O aplicativo veio por conta da pandemia, mas ficará de legado para os alunos como uma ferramenta importante de aprendizado, em uma interface que dialoga com os jovens, hoje tão acostumados com a tecnologia – afirma o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt.


A gratuidade da navegação acontece após adesão de todas as principais operadoras de celular ao serviço. Somente na hora de realizar o download ou se logar, o usuário utilizará seu pacote de dados, se não estiver em ambiente com wi-fi.


O Applique-se está disponível na Play Store para Android (versão 5.1 ou superior) e na App Store para iOS (versão 10.0 ou superior).


Em anexo o passo a passo para baixar e navegar no aplicativo.


Veja aqui o passo a passo: www.seeduc.rj.gov.br/applique-se.



Secretários de Educação e parlamentares lançam agenda comum com temas prioritários / 16/04/2021

Secretários estaduais e municipais de educação e parlamentares lançam nesta sexta-feira, 16, a Agenda da Aprendizagem 2021-2022, que reúne os temas considerados prioritários pelos gestores da área para o biênio. O evento está marcado para iniciar às 14h30 e será transmitido pelo canal da Câmara dos Deputados no Youtube e pelo portal e-Democracia.


A agenda é uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado. Os trabalhos também contam com o apoio de organizações da sociedade civil.


Essa é a segunda edição do documento, lançado pela primeira vez no biênio 2019-2020. A novidade é a participação das comissões de Educação da Câmara e do Senado, especialmente pela necessidade de discussão e regulamentação dos temas no Congresso Nacional.


Para o biênio 2021-2022, foram escolhidos 10 temas prioritários que serão discutidos em frentes de trabalho e grupos de estudo e pesquisa. Esses grupos reunirão representantes das secretarias estaduais e municipais, especialistas, consultores e parlamentares. O objetivo é realizar diagnósticos e encontrar soluções para os principais desafios enfrentados pela educação básica pública.


Um dos temas a serem apresentados como prioritários é o Ensino Híbrido. Ele ganhou destaque durante a pandemia, pela necessidade de ampliação da conectividade e oferecimento de novas formas de ensinar, que ultrapassem as paredes físicas da sala de aula.


Outro tema relevante, que é o da “Formação dos Profissionais da Educação”, terá suas ações coordenadas pelo secretário de estado de Educação do Rio de Janeiro, Comte Bittencourt, junto com a secretária Leila Perussolo, da educação de Roraima.


Para Comte, preparar os profissionais da educação para os desafios impostos pelas várias mudanças que o ensino vem observando é ampliar o alcance da educação para os jovens.


– Nossos educadores precisam estar, cada vez mais, preparados para enfrentar os muitos desafios que a educação promove. A formação pode levar para as redes de ensino de todo o país, professores não só mais atualizados e habilitados em suas áreas, como também mais motivados para criar novos projetos aliando o seu conhecimento e a sua experiência em sala de aula às novas tecnologias - disse.

Dias 21 e 23 de abril contarão como dias letivos / 14/04/2021

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc-RJ) informa a alteração do Calendário Escolar 2021. Diante dos adiantamentos de alguns feriados visando conter a propagação da Covid-19, se fez necessário à mudança no cronograma. Os dias 21 e 23 de abril, antes previstos como feriados, contarão como dias letivos.


Veja a publicação em Diário Oficial aqui.

Ministério da Educação (MEC) apresenta painel de monitoramento da Educação básica no contexto da pandemia / 14/04/2021

A Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC) apresenta o “Painel de Monitoramento da Educação Básica no contexto da pandemia”, que disponibiliza informações acerca da situação da educação básica pública brasileira diante dessa nova realidade.


Trata-se de uma solução tecnológica que propõe auxiliar dirigentes municipais e secretários estaduais de educação, assim como diretores escolares, na tomada de decisões, no contexto da pandemia da Covid-19.


As informações apresentadas no Painel são oriundas de bases de dados oficiais educacionais e sanitárias, além das que foram coletadas junto às redes de ensino públicas do país.


O instrumento tem o objetivo de ser útil para comunicar, não só aos gestores, mas também à sociedade, as informações referentes aos problemas enfrentados pela educação básica no contexto dessa pandemia, que trouxe consigo grandes desafios e tem afetado, sobremaneira, a educação escolar de nossas crianças, adolescentes e jovens.


Acesse o painel aqui.

Racismo estrutural no Brasil é tema de webinário promovido pela Seeduc / 13/04/2021

Debate interativo com diversos especialistas elucidou questões raciais


Desigualdade, discriminação e representatividade, esses foram alguns dos temas debatidos, nesta terça-feira (13), no seminário on-line “Construindo Uma Educação Antirracista”, que reuniu em uma live especialistas no assunto e mais de 1 mil servidores da Seeduc. O evento disponibilizou um chat simultâneo com espectadores e marcou a estreia do programa continuado de formação da secretaria “Por uma Educação Antirracista”.


Na live, o professor Roberto Borges, do programa de Pós-Graduação em Relações Étnico-Raciais (PPRER), do Cefet-RJ falou sobre racismo institucional. Segundo ele, o preconceito se manifesta de forma sistemática nas instituições brasileiras, incluindo na educação básica.


- Qual a cor das pessoas que estão nas melhores escolas e universidades? Não são negras. Os negros que conseguem adentrar esse espaço são a exceção. Qual o nosso papel nessa realidade? - questionou.


Já Roseday Nascimento, professora que atua na Coordenadoria de Diversidade e Inclusão Educacional da Superintendência Pedagógica, pontuou a importância do papel da escola no contexto antirracista e apresentou diversos projetos da Seeduc que visam estimular esse debate.


– Toda comunidade escolar precisa fazer parte disso. A gente tem que ter uma visão ampla para fazer essa leitura e, assim, construir uma ação político-social crítica dentro da escola – ressaltou Roseday.


A forma como os negros são vistos na mídia, livros e outras representações visuais foram o foco da fala da coordenadora de Aperfeiçoamento do Servidor na Superintendência de Desenvolvimento de Pessoas da Seeduc, Fernanda Pereira. Apesar de estereótipos de vilão, Fernanda destacou heróis, como Pantera Negra, que servem de referência para jovens, crianças e adolescentes, ao colocar o negro como protagonista.


Construção coletiva


O chat simultâneo foi um diferencial na transmissão ao vivo. Os mais de 1 mil espectadores participaram ativamente e elevaram o nível do debate. Lídia Oliveira, professora da rede estadual, reforçou a importância da iniciativa da secretaria.


– É fundamental uma instituição como a Secretaria de Educação fomentar essas ações, principalmente no contexto em que vivemos. Nós temos que conscientizar os servidores e dar voz, por meio de projetos como esse, a quem precisa ser ouvido - declarou.

Aulas presenciais na rede estadual seguem suspensas até o dia 19 de abril

O Governo do Estado publicou, em edição extra do Diário Oficial de ontem, dia 12 de abril, o decreto que estende as medidas de combate à Covid-19. De acordo com o texto, as aulas presenciais na rede estadual de ensino seguem suspensas em todo o território fluminense até o dia 19 de abril.


As unidades escolares permanecerão abertas, para expedição de documentos, matrículas, retirada de material didático, além do kit alimentação. As aulas seguirão remotas (on-line), pela plataforma do Google Classroom, dentro do aplicativo de navegação gratuita Applique-se.


Já as escolas vinculadas ao Sistema Estadual de Ensino do Rio de Janeiro, como grande parte das unidades particulares que oferecem Ensino Médio, podem funcionar com até 50% da capacidade da unidade, se a situação epidemiológica e o regramento municipal permitirem.


A legislação municipal sempre prevalecerá se for mais rígida do que a estadual.


O horário de funcionamento administrativo das unidades segue entre 10h e 15h. A exceção é o caso das escolas que funcionam apenas no período da noite, que estarão abertas entre 18h30 e 20h30. As Diretorias Regionais funcionarão de 10h às 16h.


Acesse o decreto clicando aqui.

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO VISITA NORTE FLUMINENSE / 12/04/2021

Comte conheceu unidades escolares e manteve diálogo com autoridades municipais


Nesta segunda-feira (12), o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, prosseguiu com as agendas em escolas e prefeituras. Tendo o objetivo de apresentar as estratégias da Seeduc para o novo cenário educacional, o titular da pasta visitou as cidades de Carapebus e Quissamã, no Norte Fluminense.


O compromisso teve início no Colégio Estadual Thomaz Gomes, em Carapebus. Na unidade, Comte conheceu as instalações e conversou com os profissionais. Depois, o secretário se reuniu com a prefeita Christiane Miranda e a secretária municipal de Educação, Penha Aparecida.


– Para gente, enquanto comunidade escolar, é muito significativo poder conversar olho no olho e passar nossas reivindicações em uma troca entre colegas - declarou a diretora Rosilene Freire, do Thomaz Gomes.


Posteriormente, além de visitar o Colégio Estadual Visconde de Quissamã, Comte esteve com a prefeita Fátima Pacheco e a secretária municipal de Educação, Helena Lima.


– O secretário Comte Bittencourt teve uma boa reunião conosco. Compartilhou que, toda segunda, visita as unidades, a fim de saber como está a educação no estado. É importante ser presente e participativo. Ele deu um formato primordial para a educação do estado nesse momento desafiador - disse a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco


Seeduc promove webinário antirracista na próxima terça (13) / 08/04/2021

A ação online é a primeira do programa continuado de formação de servidores para desconstrução e combate ao preconceito de raça na rede estadual de ensino.


Na próxima terça-feira (13), às 10h, a Seeduc transmite no Youtube (http://bit.ly/ytjeoseeducrj) o webinário “Construindo uma Educação Antirracista”. Voltado para servidores da rede estadual de ensino, o evento estreia o programa continuado de formação da secretaria ”Por uma Educação Antirracista”, que tem o objetivo de debater o tema e estimular a desconstrução do preconceito de raça para além dos muros das escolas.


— O debate que o webinário promoverá é muito relevante para a Seeduc uma vez que visa sensibilizar todos os seus servidores a fim de que estejam conscientes e engajados na proposição de ações institucionais antirracistas e que não reproduzam situações de desigualdade, discriminações, preconceitos, que resultem em práticas racistas em seus espaços de trabalho, inclusive nas unidades escolares. – ressalta a Coordenadora de Formação com Ênfase em Educação Integral da Seeduc, Vivian Barros.


Convidados


A mediação do webinário será feita pelo professor Tiago Dionísio, que é doutorando em Educação pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e assistente da Coordenação de Articulação e Implementação de Projetos Educacionais Inovadores, vinculada à Superintendência de Projetos Estratégicos - SUPPES. A ação contará com a participação dos convidados:


- Roseday Nascimento - mestra em Educação, Gestão e Difusão em Biociências pela UFRJ. Atua na Secretaria de Estado de Educação, na Coordenadoria de Diversidade e Inclusão Educacional da Superintendência Pedagógica.


- Joyce Trindade - secretária especial de Políticas para as Mulheres / SPM-Rio.


- Roberto Borges - professor titular do Departamento de Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (LEANI) e do Programa de Pós-Graduação em Relações Étnico-Raciais (PPRER), do CEFET/RJ;


- Fernanda Pereira da Silva - doutoranda em Mídia e Cotidiano (PPGMC - UFF), mestra em Relações Étnico-raciais (PPRER-CEFET), especialista em Mídias na Educação(UFRRJ) e coordenadora de Aperfeiçoamento do Servidor na Superintendência de Desenvolvimento de Pessoas - SUPDP.


Acesse o link para inscrição: http://bit.ly/webinarioeduantirracista

Reforço escolar da rede estadual com foco no Enem fecha período de matrícula

O programa inédito de reforço escolar on-line da rede estadual de ensino, o RegresSeeduc, encerrou o período de matrícula especial com 1,7 mil inscritos. Voltado para alunos que terminaram o ciclo básico em 2020 e aqueles que estão cursando o último ano do Ensino Médio hoje, as aulas acontecerão via Google Classroom e pelo aplicativo de navegação gratuita Applique-se, da Secretaria de Estado de Educação. A primeira turma terá início no dia 12 e a segunda no dia 19 de abril.


Os alunos terão acesso a material didático em formato pdf, exercícios e simulados de provas do Enem, além de monitorias em tempo real com os professores de até sete disciplinas: Português, Matemática, Biologia, Química, Física, Geografia e História. Serão ofertados turnos de aulas em dias úteis e também aos sábados.


Inscrições


Todos os alunos que se inscreveram receberão um e-mail da Seeduc com a confirmação de matrícula e a previsão de início das aulas, que pode ser no dia 12 ou 19 de abril.

Applique-se


Os estudantes devem baixar o Applique-se, aplicativo para ensino remoto que está disponível nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Nele, o usuário navega pelo App 24h nos sete dias da semana, sem utilizar seu pacote de dados.


Veja aqui o passo a passo para baixar o app: https://www.seeduc.rj.gov.br/applique-se.

Estudante lança aplicativo para integrar professores e alunos de escola de Cantagalo / 06/04/2021

O estudante Marllon Barizão, recém-formado do Ensino Médio do Colégio Estadual Conde de Nova Friburgo, em Cantagalo, desenvolveu um aplicativo para atender e integrar alunos e professores dessa unidade escolar. A ideia inicial dele era criar uma ferramenta que estimulasse a leitura e funcionasse como uma biblioteca virtual, com espaço para postagens sugerindo livros e autores. Com o surgimento das aulas remotas, Marllon percebeu que poderia oferecer outros conteúdos que auxiliassem os alunos.


Agora, o projeto do aplicativo pedagógico cresceu e, além da sugestão de livros para leitura extraclasse, resenhas e comentários, disponibiliza um mural onde o aluno encontra informações e notícias gerais, dicas para o Enem e acesso rápido ao boletim escolar. Tem também o QUIZ, onde os professores podem dinamizar suas aulas com jogos de perguntas e respostas, um espaço para o Grêmio divulgar suas reuniões e eventos e um editor de textos para anotações. Localização e fotos internas e externas da escola também estão disponíveis.


Familiarizado bem cedo com os jogos virtuais, ele começou, aos 11 anos, a modificar os seus games, acrescentando mais carros ou participantes.


– Meu interesse aumentou e acabei descobrindo um programa que desenvolvia aplicativos para celular. Aprendi pesquisando e fazendo. Foram dois anos descobrindo novas possibilidades.


O jovem desenvolvedor, de 18 anos, conta que não esperava que o projeto fosse tão bem recebido.


– Os professores gostaram da ideia e os alunos já estão baixando e acessando. Acho que a experiência facilita a comunicação dando dicas para os alunos e informando aos pais.


O projeto foi testado com ajuda dos integrantes do Grêmio, professores e apoio da equipe diretiva da escola. Leandra Estephane Montechiari, diretora geral da unidade, considera o trabalho uma importante ferramenta de interação.


- É uma ferramenta tecnológica que contribuirá com o trabalho do professor e provocará um maior interesse dos alunos, uma vez que foi construída por um colega e contou com a participação de toda comunidade escolar.


Esse ano, Marllon começa o seu trabalho como Jovem Aprendiz em uma indústria local.


Criar novos aplicativos também continua nos seus planos.


– Já tenho uma nova ideia para jogos, mas, por enquanto, é segredo –, brinca.



Decreto suspende aulas presenciais na rede estadual entre os dias 05 e 12 de abril / 03/04/2021

Entre os dias 05 e 12 de abril, estão suspensas as aulas presenciais em toda a rede estadual de ensino. As unidades escolares permanecerão abertas, para expedição de documentos, matrículas, retirada de material didático, além do kit alimentação. As aulas seguirão remotas (on-line), pela plataforma do Google Classroom, dentro do aplicativo de navegação gratuita Applique-se.


As normas estão no decreto 47.556, publicado no Diário Oficial do último sábado (03). De acordo com parágrafo único do documento, as escolas vinculadas ao Sistema Estadual de Ensino do Rio de Janeiro, como grande parte das unidades particulares que oferecem Ensino Médio, podem funcionar com até 50% da capacidade da unidade, se a situação epidemiológica e o regramento municipal permitirem.


A legislação municipal sempre prevalecerá se for mais rígida do que a estadual.


Comunicado Interno


Para detalhar o funcionamento das escolas da rede estadual, a Seeduc enviou documento às direções especificando que o horário de funcionamento administrativo das unidades será entre 10h e 15h. A exceção é o caso das escolas que funcionam apenas no período da noite, que estarão abertas entre 18h30 e 20h30. As Diretorias Regionais funcionarão de 10h às 16h.

Alunos do 3° ano poderão se matricular em reforço escolar com foco no Enem / 31/03/2021

Do dia 01 a 06 de abril, os alunos que estão na 3ª série do Ensino Médio que tiverem interesse em participar do Enem deste ano poderão se inscrever no reforço escolar online da rede estadual de ensino: o RegresSeeduc. A matrícula especial segue aberta aos estudantes que terminaram o ciclo básico em 2020. As aulas começam no dia 12 de abril, via Google Classroom e pelo aplicativo de navegação gratuita Applique-se, oferecido pela Secretaria de Estado de Educação.


Os alunos terão acesso a material didático em formato pdf, exercícios e simulados de provas do Enem, além de monitorias em tempo real com os professores de até sete disciplinas: Português, Matemática, Biologia, Química, Física, Geografia e História. Serão ofertados turnos de aulas em dias úteis e também aos sábados.


No caso dos alunos que estão cursando o Ensino Médio, não será permitida a inscrição no turno que estejam cursando sua matriz curricular regular.


A matrícula para o RegresSeeduc deve ser feita pelo site www.matriculafacil.rj.gov.br.

Inscrições abertas para contratos temporários / 26/03/2021

Oportunidades são para os cargos de Professor Docente II em unidades prisionais e socioeducativas e de Professor Docente I na rede estadual de ensino


Estão abertas as inscrições, de forma on-line, para a contratação temporária de professores. Neste momento, os contratos visam suprir as carências de Professor Docente II na Diretoria Regional Pedagógica de Unidades Escolares Prisionais e Socioeducativas – Diesp, e de Professor Docente I na rede pública estadual de ensino. O cadastro deve ser feito no site https://abre.ai/candidatodocenteficha.


O edital que regulamenta o processo seletivo para a contratação temporária de professores foi publicado nesta sexta-feira, dia 26 de março. O Decreto de autorização da Seeduc para esse procedimento foi publicado no Diário Oficial do último dia 24.


Para ter acesso ao edital e mais informações, acesse: seeduc.rj.gov.br/professor/contratação-temporária



Decreto determina recesso entre os dias 26/03 e 04/04 / 19/03/2021 /

O Governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou as novas medidas restritivas para conter a propagação da Covid-19. Em decreto publicado na edição extra do Diário Oficial desta quarta-feira (24/03), foram instituídos feriados entre os dias 26 de março e 4 de abril. Na área da Educação, estão suspensas as aulas presenciais. Não haverá aulas remotas, pelo Google Classroom, nesse período.


De acordo com o decreto, também está proibida a permanência nas praias de todo o estado, inclusive, para banho de mar. Bares, restaurantes e lanchonetes funcionem com até 50% da capacidade de lotação, sendo o consumo de bebidas alcóolicas autorizado apenas para clientes sentados. Os estabelecimentos podem permanecer abertos até as 23h, com entrada permitida até as 21h. Atividades em casas de shows, boates e eventos com a participação de público também estão suspensas. Podem ser realizadas atividades esportivas individuais ao ar livre e também de alto rendimento, sem a presença de público.


Igrejas e templos religiosos poderão continuar realizando celebrações, com adoção de medidas de distanciamento social. Feiras livres e lojas de conveniência podem funcionar com regras específicas determinadas pelo decreto. Os shopping centers e centros comerciais também estão autorizados a funcionar entre 12h e 20h, com limite de 40% da capacidade. Além disso, as lojas de rua, incluindo galerias, ficarão abertas das 8h às 17h. O decreto também autoriza o funcionamento de salões de beleza e de academias com limitação de 50% da capacidade.


Serviço público e atividades essenciais


Durante os feriados, funcionários do Estado deverão adotar o trabalho remoto. Os feriados não alteram a rotina de unidades de saúde, segurança pública, assistência social e serviço funerário, além de outras atividades definidas como essenciais. As regras e proibições de funcionamento neste período são de responsabilidade dos governos estadual e municipal, prevalecendo aquelas com medidas mais restritivas.


Transporte


A oferta de transporte público será mantida com a grade regular de horários, ficando proibido o fretamento de ônibus intermunicipal e interestadual. Os municípios poderão promover barreiras sanitárias nas rodovias estaduais. O Detro e a Polícia Militar irão fiscalizar o uso de máscara e a disponibilização de álcool em gel nas estações de trem, metrô e demais ramais de transporte.


Calendário de vacinação


O decreto também determinou a divulgação de um calendário estadual único de vacinação.



Professores e alunos falam das vantagens em usar o Applique-se / 19/03/2021 /

Para garantir aos estudantes fluminenses o acesso aos conteúdos pedagógicos elaborados para o ensino nos modelos híbrido e remoto, a rede estadual de ensino criou mais um recurso para facilitar a conexão com as plataformas digitais, o Applique-se. O aplicativo permite que os alunos naveguem conferindo seu plano de aulas, realizando o reforço escolar e as atividades escolares, assistindo vídeos e acessando o Google Classroom, tudo sem gastar seu pacote de dados.


Em Itatiaia, a equipe diretiva do Ciep 488 Ezequiel Freire resolveu facilitar ainda mais o acesso dos alunos criando um tutorial, o “Plantão Applique-se”.


A escola, que mantém seus cerca de 800 alunos conectados por grupos no whatsapp, designou um orientador para cada série. Assim, todas as explicações são repassadas rapidamente para os estudantes.


Para Ana Carolina Roldão, da 2ª série do Ensino Médio, o estudo remoto está muito melhor esse ano. A estudante gostou da novidade.


– Agora tem vídeo aula, que é melhor para tirar dúvidas. Eu não deixo nada acumular, sou organizada e, com o aplicativo que não gasta os dados, ninguém tem desculpa para não entrar, não é verdade? – brinca.


O colega Gabriel Paulino Pinto Ferreira, da 2ª série do Ensino Médio, concorda com ela.


– Esse ano está mais tranquilo. Em 2020, tivemos momentos difíceis, com tudo novo para todo mundo. Tivemos que aprender a lidar, relembra. Agora, eu me organizo dentro do horário normal das aulas presenciais, faço revisão da matéria do ano passado, ouço os podcasts e aguardo as aulas que estão programadas para aquele dia. Todo o conteúdo está mais bem distribuído, explica.


Gabriel também destaca a ajuda dos colegas e professores dentro do “Plantão Applique-se”.


– Os alunos que sabem mais ajudam os que estão com dúvidas. E o tutorial criado pelo professor Fabrício também ajudou muito, destaca.


O professor Fabrício José Peres de Oliveira, de Biologia, é um dos engajados em manter os alunos conectados e em atividade. Mesmo sem muita intimidade com o mundo digital, mas com experiência de ensino hibrido na universidade, ele colocou “a mão na massa” e criou um tutorial para facilitar a vida dos alunos.


– Acho que ficou bem funcional. Hoje, precisamos nos comunicar à distância com a eficiência com que fazíamos presencialmente. É uma nova forma de aprendizagem e eles estão se adaptando. Ano passado foi muito desgastante, mas fomos bem sucedidos. Neste, estamos trabalhando com mais facilidade, inclusive com o suporte do Applique-se que já tem um conteúdo bem estruturado.


Para saber mais ou tirar dúvidas sobre o “Applique-se” entre no link: https://www.seeduc.rj.gov.br/applique-se



Alunos que terminaram o Ensino Médio na rede estadual em 2020 poderão se matricular em reforço escolar online com foco no Enem deste ano / 19/03/2021 /

De 23 a 28 de março, os alunos que terminaram o Ensino Médio em 2020 que tiverem interesse em participar do Enem deste ano poderão se inscrever no reforço escolar online da rede estadual de ensino: o RegresSeeduc. Com a matrícula especial, os estudantes poderão ter acesso, via Google Sala de Aula e pelo aplicativo de navegação gratuita Applique-se, oferecido pela Secretaria de Estado de Educação, aos conteúdos de até sete disciplinas: Português, Matemática, Biologia, Química, Física, Geografia e História. Serão ofertados turnos de aulas com foco no Enem em dias úteis e também aos sábados.


As aulas começam no dia 12 de abril. Dentro da plataforma do Google Sala de Aula, os alunos terão monitorias em tempo real com os professores de cada matéria, material didático em formato pdf, além de exercícios e simulados de provas do Enem.


- Após um ano de pandemia e suspensão das aulas presenciais, muitos dos estudantes que terminaram a 3ª série do Ensino Médio, em 2020, não se sentiram aptos para realizar a prova do Enem em janeiro. Queremos dar a esses jovens a oportunidade de reforçar as disciplinas que sintam mais necessidade, dando condições para que façam o vestibular e sigam para o Ensino Superior – explica o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt.


Os alunos que estão atualmente cursando a 3ª série do Ensino Médio também poderão se matricular no reforço escolar entre os dias 01 e 06 de abril. No caso desses estudantes, não será permitida a inscrição no turno que estejam cursando sua matriz curricular regular.


A matrícula para o RegresSeeduc deve ser feita pelo site www.matriculafacil.rj.gov.br.



Comte visita três municípios da Região Médio Paraíba / 08/03/2021 /

Em Rio Claro, Porto Real e Quatis, Comte Bittencourt se reuniu com profissionais das escolas e autoridades locais


Na última segunda-feira (08), o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, deu sequência às visitas a escolas no interior do estado, acompanhado pelos diretores regionais Tânia Bastos, da área Pedagógica, e Vitor Ricardo Fonseca, da área Administrativa. Os encontros com profissionais das unidades escolares e representantes municipais aconteceram em Rio Claro, Porto Real e Quatis, no Médio Paraíba.


- É o primeiro secretário que vem a Rio Claro ouvir as demandas e propor parceria para unir esforços. Apresentamos a ele um desejo nosso de conseguir trazer de volta o curso de formação de professores na região, e o pedido ficou de ser analisado para 2022. Ele é um secretário muito próximo tanto dos municípios quanto dos professores. Ficamos muito felizes! – disse a secretária municipal de Educação de Rio Claro, Ana Paula Silva, que participou da agenda com o vice-prefeito, Babton Biondi.


Em Porto Real, a visita aconteceu no Colégio Estadual República Italiana, no Centro. Na Prefeitura, Comte esteve com o prefeito Alexandre Augustus Serfiotis e a secretária municipal de Educação, Maria Madalena Ferreira de Souza.


Para a secretária municipal de Educação de Quatis, Ivone Barbosa Bento, a aproximação do estado com os municípios é primordial para avançar nas ações educacionais.


- Foi uma grande alegria e honra recebermos o secretário Comte em nossa cidade. Considero uma ação extremamente importante para nós do interior que sempre ficamos esquecidos. Ressalto, ainda, que é muito bom termos um secretário que compreende e é sensível às demandas da Educação e que visita as unidades escolares para ouvir os diretores, secretários municipais. Ele é muito bem vindo a Quatis e lhe somos gratos pelo apoio e parceria – concluiu Ivone Bento, que esteve presente ao encontro ao lado do prefeito Aluísio d'Elias.



Dia Internacional da Mulher / 08/03/2021 /

Professoras: a força feminina na educação dos nossos jovens


Neste mês de março, a Seeduc está homenageando as educadoras fluminenses. E elas não são poucas. Na rede estadual de ensino, por exemplo, elas dominam com 68% de sua presença. São 31.214 professoras contribuindo diariamente para a educação do Estado. É por isso que, durante o período de comemorações, conversamos com três professoras da rede: Elza, Olívia e Thais, que falaram sobre as suas trajetórias no magistério, como venceram desafios e como a paixão por ensinar fez diferença em suas vidas.


Elza Maria Gomes é professora de Biologia e mestranda em Tecnologia Educacional. Nascida em Niterói e criada em São Gonçalo, sempre contou com a orientação e apoio materno na sua carreira.


- Minha mãe foi uma mulher inspiradora. Sozinha, criou cinco filhos e dizia que só a educação poderia mudar nossa história – afirma. Hoje, a professora leva essa herança para os seus alunos, mostrar que mudanças são possíveis e que eles são capazes de conquistar novos espaços.


Criativa, faz os alunos entenderem os conteúdos participando da construção dos elementos estudados com diferentes materiais e, como trabalhou como pesquisadora, considera uma experiência importante apresentar aos alunos os espaços de pesquisa das nossas universidades. Lembra que fica feliz e orgulhosa quando encontra um aluno que diz:


- Fiz Química só por sua causa - conta.


Nascida e criada na Saúde, região do Porto do Rio de Janeiro, Olivia Maria Rodrigues Galvão, a “baiana da Mangueira”, como se intitula em alusão a sua participação nos desfiles da escola verde e rosa, tem a solidariedade e o engajamento em projetos sociais como metas dentro da educação.

Há três décadas no ensino público, a professora e mestre em Sociologia acredita que uma conversa franca e bem direcionada leva os estudantes a refletirem e encontrarem suas próprias respostas e caminhos para o crescimento pessoal. Da sua experiência na construção de projetos sociais também colocou em prática a noção de solidariedade que herdou da família de trabalhadores do porto.

- O aluno, para mim, é uma possibilidade de mudança. Eu talvez não veja a mudança, mas tenho que fazer alguma coisa - afirma.


Há cinco anos no magistério, a doutoranda em Química nascida em Nova Iguaçu, Thaís Petizero Dionizio, acredita na importância do professor na vida do aluno. Estimulada pela mãe, uma professora de Física que sempre pregou a necessidade do estudo e da independência da mulher, Thaís se apaixonou cedo pelos estudos e pela docência. Adolescente, já dava aulas de reforço escolar em casa para os coleguinhas. Daí, não parou mais. Graduou-se em Química, fez duas especializações, mestrado e agora finaliza o doutorado. Conta que foca na criação de metodologias para motivar e facilitar o aprendizado dos alunos, sempre com projetos inovadores.


Sobre a representatividade das mulheres na Ciência, acredita que a realidade está mudando. Segundo ela, hoje, há muitos programas de incentivo para meninas e adolescentes, como o “Meninas na Ciência”, para despertar as jovens mostrando que elas são competentes e podem chegar onde quiserem.


- Basta ter um incentivo, um bom encaminhamento que elas conseguem. O que eu posso fazer para incentivar as alunas nesse sentido, eu faço - acrescenta.



Secretário de Educação tem agenda em Tanguá e Silva Jardim / 04/03/2021 /

Comte visitou escolas e dialogou com autoridades municipais


Dando sequência aos encontros com profissionais das unidades escolares estaduais e representantes municipais, o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, esteve, nesta quinta-feira (4), nas cidades de Tanguá e Silva Jardim, vinculadas às Diretorias Regionais Metropolitana II e Serrana II, respectivamente.


A primeira agenda do secretário foi conhecer as instalações do Colégio Estadual Antonio Francisco Leal e do Ciep 252 João Baptista Caffaro, no município de Tanguá. No Ciep, Comte assistiu com os alunos representantes de turma a uma aula inaugural do Applique-se. O diretor da unidade, Gelson Gomes, agradeceu a visita.


- Essa é a oportunidade de aproximação da Seeduc com a escola e a liberdade de a gente poder conversar diretamente com o secretário - declarou.


Na sequência, Comte se reuniu com o vice-prefeito André Paixão e o secretário municipal de Educação, Luciano Lúcio. O momento serviu para fortalecer os laços do estado com o município.


- Já temos uma relação boa com as unidades escolares do estado. O Comte é alguém extremamente habilidoso e conhecedor da educação. É fundamental estreitar os laços para fazer a leitura ideal dos acontecimentos - salientou o secretário municipal de Tanguá, Luciano Lúcio.


Em Silva Jardim, o secretário conheceu os colégios estaduais São Sebastião e Sérvulo Mello. De acordo com as direções, foi a primeira vez que um secretário de Estado de Educação visitou as duas unidades. A diretora Alcione Castro, do C.E. São Sebastião, ficou orgulhosa pela chance de receber o titular da pasta fluminense em seu município.


- Para o Colégio Estadual São Sebastião, é uma honra muito grande receber o secretário. A nossa escola se sente muito bem, sente um aconchego, sente que tem alguém que se preocupa conosco - relatou.


Na prefeitura da cidade, Comte se reuniu com o prefeito Fabrício de Napinho e a secretária municipal de Educação, Zilmara Brandão. O alinhamento estratégico para retorno seguro das atividades presenciais no município foi a principal pauta do encontro.


- Silva Jardim é uma cidade bastante acolhedora. Receber o secretário estadual de Educação em nossa cidade é um privilégio. A soma de forças fará a diferença para todos - ressaltou o prefeito.


Secretaria de Educação lança aplicativo de ensino remoto / 01/03/2021 /

No Applique-se, professores e alunos poderão acessar materiais didáticos e aulas em vídeo e áudio navegando de forma totalmente gratuita


Nesta segunda-feira, 1º de março, primeiro dia de aula da rede estadual, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) lança o Applique-se, aplicativo para ensino remoto que está disponível para baixar nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Nele, professores e alunos terão acesso a ferramentas de aprendizagem, como materiais didáticos e exercícios em arquivo de PDF, aulas em áudio e vídeo, além de acesso ao Google Classroom, plataforma que abarca as turmas de cada escola. O usuário poderá navegar pelo software 24h nos sete dias da semana, sem utilizar seu pacote de dados.


Até abril deste ano, os conteúdos no aplicativo estarão focados na revisão do ano letivo de 2020, divididos por anos e séries do Ensino Regular – do 6º ano do Fundamental à 3ª série do Ensino Médio - e fases e módulos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Isso significa que o aluno que hoje está na 2ª série do Ensino Médio, por exemplo, irá clicar no botão “1ª série”, que cursava no ano passado, e acessar o material.


A partir de maio, após avaliação de todos os alunos da rede estadual, o Applique-se também terá os materiais referentes à série ou ao ano de escolaridade em que o aluno está matriculado.


Todo o conteúdo disponível no novo App foi feito por professores e equipes pedagógicas e de tecnologia da própria secretaria.


- O lançamento do Applique-se faz parte do planejamento estratégico da Seeduc de trazer a educação fluminense para o século XXI. O aplicativo veio por conta da pandemia, mas ficará de legado para os alunos como uma ferramenta importante de aprendizado, em uma interface que dialoga com os jovens, hoje tão acostumados com a tecnologia – afirma o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt.


A gratuidade da navegação acontece após adesão de todas as principais operadoras de celular ao serviço. Somente na hora de realizar o download ou se logar, o usuário utilizará seu pacote de dados, se não estiver em ambiente com wi-fi.


O Applique-se está disponível na Play Store para Android (versão 5.1 ou superior) e na App Store para iOS (versão 10.0 ou superior).


Em anexo o passo a passo para baixar e navegar no aplicativo.


Veja aqui o passo a passo: www.seeduc.rj.gov.br/applique-se


Secretaria de Estado de Educação lança novo site / 01/03/2021

Com design interativo, moderno e responsivo, navegação será facilitada


A partir desta segunda-feira (01/03), o cidadão terá um site da Secretaria de Estado de Educação mais intuitivo, claro e funcional. No endereço www.seeduc.rj.gov.br, todas as informações de utilidade pública da pasta estão divididas em quatro seções: Aluno, Professor, Servidor e Cidadão, cada uma com conteúdos específicos de acesso mais fácil.


Na página inicial do site, o usuário poderá acessar o Matrícula Fácil; a Ouvidoria Seeduc; o Portal de Transparência; o Mapa de Risco de transmissão de Covid-19, da Secretaria de Estado de Saúde, além das redes sociais da secretaria.


Alunos e servidores também terão todas as orientações sobre como baixar o Applique-se, que vai abarcar todo o conteúdo do ensino remoto, como o material pedagógico, exercícios, videoaulas, podcasts com aulas dos professores, além da plataforma do Google Classroom.

Aulas na rede estadual começam nesta segunda-feira (1° de março) / 27/02/2021 /

O retorno das atividades será no modelo híbrido ou somente remoto dependendo das restrições de cada município


As aulas na rede estadual da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) começam nesta segunda-feira, 01 de março, de uma forma diferente. Devido à pandemia e aos protocolos estabelecidos para garantir a segurança de alunos e funcionários, serão adotados os modelos híbrido (remoto e presencial, com turmas em sala de aula em dias alternados) ou somente remoto, pelo aplicativo ‘Applique-se’.


A situação de cada município vai depender das bandeiras de classificação de risco da Secretaria de Estado de Saúde, bem como das recomendações do Comitê Científico e das autoridades de saúde municipais.


Para os dois próximos meses, a Seeduc planejou uma ação do chamado Continuum Curricular, trabalhando no mês de março com as competências relativas ao 1º e ao 2º bimestres de 2020 e, no mês de abril, as do 3º e do 4º bimestres de 2020, com materiais integrados (Orientações de Estudos, videoaulas e podcasts). A partir de maio, os conteúdos passarão a abordar os temas referentes à série ou ao ano de escolaridade em que o aluno está matriculado atualmente.


Nos municípios aptos a oferecer aulas presenciais, a Seeduc vai priorizar os 70 mil alunos em situação de maior vulnerabilidade social - cerca de 10% da rede estadual de ensino. Por não possuírem dispositivo eletrônico que dê a eles condições de acompanharem as aulas remotas, os estudantes poderão ir à escola em sistema de revezamento de dias e turmas.


Pais e responsáveis também poderão optar pelo ensino exclusivamente remoto, caso desejem.


Protocolo sanitário


Como forma de assegurar o distanciamento social, as escolas localizadas na Região Metropolitana deverão ter atividades de ensino presencial em horário único, preferencialmente, das 10h às 15h, fora dos horários de pico do transporte público.


Os colégios estão com seus espaços adequados para garantir o distanciamento social e adquiriram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como luvas e face shield para os profissionais, além de máscaras para servidores e estudantes. As escolas também contam com dispensers para álcool em gel 70% e tapetes sanitizantes para utilização nas áreas comuns. Todas as unidades escolares, mesmo aquelas localizadas em municípios sem aulas presenciais, permanecerão com a entrega de kits alimentação por agendamento direto com as direções.


Para garantir a saúde de professores e funcionários, todos os profissionais do grupo de risco da Covid-19, que se autodeclararam com comorbidades no final do ano passado ou apresentaram laudo médico este ano, deverão permanecer em atividades apenas remotas.

Secretário de Educação visita Região Noroeste Fluminense / 25/02/2021 /

Comte conversou com autoridades locais e visitou escolas em Varre-Sai e Bom Jesus do Itabapoana

Em mais uma agenda no Noroeste Fluminense, o secretário Comte Bittencourt, visitou, nesta segunda-feira, dia 22, sete escolas estaduais localizadas em Varre-Sai e Bom Jesus do Itabapoana. Comte também aproveitou para se reunir com autoridades municipais locais e equipes pedagógicas e administrativas, além conversar com alunos que compareceram às unidades para responder o questionário socioemocional e receber o plano de estudos.

Em Varre-Sai, Comte esteve com o prefeito Silvestre José Gorini e, em seguida, conheceu o Ciep Doutor Miguel Couto Filho. Foi a primeira vez que um secretário visitou as novas instalações da unidade.

— A educação está ganhando algo muito precioso, que é a visita e o carinho do secretário para com as escolas - declarou a diretora Fernanda Fabri.

O prefeito destacou a relevância de receber o secretário de Estado de Educação em sua cidade e falou sobre a verba repassada ao município por conta do desempenho na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

— O secretário Comte Bittencourt veio colocar a Secretaria à disposição. Também recebemos dele o anúncio da transferência da verba de R$ 1 milhão, recurso este que veio como prêmio pelo desempenho do município no IDEB - disse Gorini.

Já em Bom Jesus do Itabapoana, foram seis escolas visitadas: C.E. Governador Roberto Silveira, C.E. Euclides Feliciano Tardin, C.E. Padre Mello, C.E. Marcílio Dias, C.E. Alcinda Lopes Pereira Pinto e Instituto de Educação Eber Teixeira de Figueiredo, respectivamente.

Ao chegar às unidades, o secretário viu um cenário favorável e animador. Diversos estudantes estavam realizando o teste socioemocional e recebendo o plano de estudos.

O diretor Antônio Francisco Degli, do Colégio Estadual Roberto Silveira, comentou o sucesso nesse início de ano letivo.

— Os alunos foram agendados para realizar o teste socioemocional e retirar as orientações de estudos. Nossos jovens estão animados. Estão doidos para a volta do presencial. A expectativa deles é que esse momento passe logo e que possam ter novamente o contato com os amigos - relatou.

A agenda em Bom Jesus do Itabapoana terminou com o encontro com o prefeito Paulo Sérgio Cyrillo e a secretária municipal de Educação, Ivana Gomes, que agradeceu a vinda do secretário Comte Bittencourt ao município.

— É com grande satisfação que recebemos o secretário Comte Bittencourt em nosso município. A nossa cidade vem atravessando dificuldades econômicas e, na área da educação, precisamos estabelecer essa parceria com o estado. Nada se faz de forma fragmentada. Bom Jesus agradece a visita, e espera cada vez mais o fortalecimento desse alicerce – concluiu Ivana.

Musicoterapia do Degase é destaque em publicação internacional / 19/02/2021 /

O trabalho da Musicoterapia, desenvolvido no Degase, tornou-se destaque em uma publicação da Organização das Nações Unidas (ONU). O Compêndio, em comemoração aos 75 anos da ONU, mostra projetos musicais, que utilizam a música como meio de desenvolvimento sustentável em todo o mundo. O projeto "Degase: musicoterapia para adolescentes em conflito com a lei" foi inscrito pela musicoterapeuta do Degase, Mariane Oselame, e selecionado para integrar o documento ao lado de iniciativas de outros 38 países.

O material foi organizado pelo Music as a Global Resource (Música como um Recurso Global), por meio do International Council for Caring Communities (Conselho Internacional de Cuidado às Comunidades), além da Universidade de Nova York (NYU - EUA) e Queensland Conservatorium Griffith University, da Austrália. O lançamento do compêndio aconteceu no final do mês de dezembro de 2020, e está sendo divulgado por todo o mundo. A ideia é dar visibilidade às ações que utilizam a música como agente de transformação social. O projeto promove também soluções para a cultura, sociedade, saúde e educação das comunidades e populações mais diversas do mundo, além de apresentar caminhos para questões ambientais e econômicas.

No Degase, a musicoterapia faz parte do atendimento do Núcleo de Saúde Mental, vinculado à Coordenação de Saúde e Reinserção Social (CSIRS) do Departamento, cuja equipe é especializada e composta por servidores do órgão. Os profissionais desta área realizam atendimentos individuais ou em grupos, trabalhando com técnicas de musicoterapia, instrumentos musicais, escuta terapêutica e qualificada, assim como composição, improvisação e audição de canções dos mais diversos gêneros e ritmos.

Além disso, os profissionais também fazem a articulação com familiares dos socioeducandos e com outros servidores do Departamento, como psicólogos, pedagogos, assistentes sociais, agentes de segurança socioeducativos e até mesmo com a rede pública de saúde, quando necessário. Conforme a própria descrição do projeto no Compêndio, a música permite novas elaborações e narrativas (verbais ou não verbais), e oferece aos adolescentes novos caminhos para expressão.

Atualmente lotada na unidade feminina de internação e internação provisória do Degase, o Centro de Socioeducação Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (Cense PACGC), a musicoterapeuta Mariane Oselame, que também é presidente do Comitê Latino-Americano de Musicoterapia, explica a relevância de ter o trabalho da musicoterapia do Degase reconhecido em nível internacional.

– O Degase é uma instituição de referência não só para o Brasil, mas para outros países também. Acredito muito nesse trabalho que vai reverberando e sendo agente de mudanças, por isso precisamos cada vez mais permitir que o mundo saiba o que é feito aqui dentro. Com o respaldo e união da pesquisa acadêmica e a prática das experiências cotidianas, podemos exportar nosso conhecimento, nossas tecnologias que são pioneiras na área da socioeducação e no atendimento de populações expostas às diversas vulnerabilidades – ressalta Mariane.

A musicoterapeuta destaca que um dos grandes potenciais da iniciativa é a alta adesão das intervenções realizadas, já que o fazer musical possibilita um acesso mais rápido aos sentimentos humanos, fazendo com que as pessoas tenham mais capacidade para se conectar e se expressar por meio dela. Dessa forma, o trabalho terapêutico com o protagonismo da música pode ser um ótimo aliado para iniciativas integradas e articuladas com outras áreas como a educação, a segurança e a saúde integral.

– O trabalho do Departamento vem contribuindo ativamente para a criação e promoção de políticas públicas essenciais e fazer parte deste compêndio nos estimula ainda mais a ampliar nosso trabalho e alcance - comemora Mariane.

Para o diretor-geral do Degase, Márcio Rocha, esta é uma ação muito efetiva na transformação dos jovens e uma ótima ferramenta de reinserção social.

– Em nome de todo o Departamento, gostaria de parabenizar a servidora pela grande iniciativa, que destaca para o mundo, um dos grandes projetos desenvolvidos no Degase. Ficamos muito felizes com a oportunidade de dar visibilidade à utilização da música como agente de transformação social – conclui Márcio.

A descrição completa do projeto "Degase: musicoterapia para jovens em conflito com a lei" pode ser encontrada no Compêndio 2020, disponível no site oficial da Music as a Global Resource, no link www.musicasaglobalresource.org/2020compendium

Secretário Comte Bittencourt é eleito vice-presidente do Consed pela Região Sudeste / 09/02/2021 /

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) promoveu nesta terça-feira, dia 9, em Brasília, uma reunião de planejamento integrado seguida da cerimônia de posse do novo presidente da entidade, o secretário de Educação do Espírito Santo, Vitor de Angelo. A Região Sudeste terá como vice-presidente o secretário de Educação do Rio de Janeiro, Comte Bittencourt.

Comte destacou e elogiou as ações realizadas em cada estado para manter viva a Educação durante o período de pandemia.

- Tenho certeza de que com a força do Consed, com a força dos educadores, vamos encontrar os melhores caminhos para a educação e sairemos mais fortes dessa – destacou, citando a importância do investimento em ferramentas tecnológicas no período de distanciamento social.

Na solenidade, também foram empossados como vice-presidentes: Cecilia Motta, pela Região Centro-Oeste; o secretário do Rio Grande do Norte, Getúlio Ferreira, pela Região Nordeste; e a secretária de Roraima, Leila Perussolo, pela Região Norte.

Ano letivo da rede estadual começou nesta segunda-feira (8) / 08/02/2021 /

No primeiro dia do ano letivo de 2021, alunos da rede estadual de ensino compareceram às escolas para responder a avaliação socioemocional e buscar o plano de estudos para o semestre. Os estudantes foram agendados em grupos pelas unidades escolares para não haver aglomeração. Ao longo de fevereiro, todos os 700 mil estudantes irão preencher o diagnóstico inédito, que tem o objetivo de entender como está o jovem, sua motivação e expectativas, após quase um ano fora da sala de aula. As unidades da Região Metropolitana estão dando prioridade aos horários entre 10h e 15h, fora do pico no transporte público.

— O mês de fevereiro será de acolhimento da comunidade escolar, um momento importante, especialmente para os alunos, já que a maior parte deles passou quase um ano afastada. Nossas unidades estão com os protocolos sanitários implementados e farão o agendamento dos grupos de alunos para evitar qualquer aglomeração – afirma o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt.

Os kits alimentação também serão entregues por agendamento direto com as unidades.

Volta às aulas em março

A partir do dia 1º de março começam as aulas na rede estadual no modelo híbrido (remoto e presencial, com turmas em sala de aula em dias alternados) ou somente remoto, dependendo das orientações do Comitê Científico e das autoridades de saúde.

No caso da adoção do modelo híbrido, a Secretaria de Educação vai priorizar os 70 mil alunos em situação de maior vulnerabilidade social, cerca de 10% da rede estadual de ensino. Por não possuírem dispositivo eletrônico que dê a eles condições de acompanharem as aulas remotas, os estudantes poderão ir à escola em sistema de revezamento, para tirar suas dúvidas e ter acesso a recursos de áudio e vídeo produzidos para este período.

Pais e responsáveis também poderão optar pelo ensino exclusivamente remoto, caso desejem.

Protocolos sanitários

Já em outubro de 2020, a Secretaria de Educação destinou um reforço de R$ 9 milhões para a compra dos materiais nas 1,2 mil escolas estaduais. Os colégios adequaram seus espaços para garantir o distanciamento social e adquiriram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como luvas e face shield para os profissionais, além de máscaras para servidores e estudantes. As escolas também contam com dispensers para álcool em gel 70% e tapetes sanitizantes para utilização nas áreas comuns.


Governador em exercício e secretário de Educação, Comte Bittencourt, apresentam novidades / 18/01/2021 /

Concurso para o magistério, enquadramento e investimento em tecnologia são algumas das medidas que serão adotadas

O governador em exercício Cláudio Castro e o secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, anunciaram, entre outras medidas, a realização de concurso público do magistério para 500 vagas para o cargo de Professor Docente I, com carga horária de 16h semanais. Outras ações do Governo do Estado para o ano letivo de 2021 foram apresentadas, no início da noite desta quinta-feira (14), durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

- A educação foi um dos grandes desafios durante esse tempo de pandemia. A boa gestão dos recursos, mesmo com o Regime de Recuperação Fiscal, permitiu que fizéssemos esses investimentos, atendendo servidores, professores e alunos - disse o governador.

Concurso para o magistério

Até março, será lançado o edital para o concurso público do magistério - cargo de Professor Docente I - com carga horária de 16h semanais. Serão disponibilizadas, inicialmente, 500 vagas para preenchimento imediato de cargos em vacância, com impacto financeiro de R$ 10,3 milhões anuais aos cofres estaduais. Outras 3.500 vagas serão destinadas para cadastro de reserva. Esses profissionais deverão assumir as turmas no segundo semestre deste ano, em locais e disciplinas onde houver carência de profissionais, ou ainda, em substituição às vagas decorrentes de horas-extras, que são as GLPs (Gratificações por Lotação Prioritária).

Reajuste do auxílio-alimentação

O governante falou, ainda, sobre o reajuste do auxílio-alimentação, que, a partir de 01 de fevereiro, passará por mudanças. O valor será readequado com base o IPCA (2013-2020) e de forma proporcional à carga horária semanal de trabalho do servidor. Hoje, todos os profissionais ganham R$ 160,00 e, com a nova regra, poderão receber de R$ 239,52 (16h semanais) a R$ 598,90 (40h semanais). Para esse incremento, o impacto anual será de cerca de R$ 96 milhões.

Enquadramento por Formação

Na lista de prioridades do Governo do Estado consta ainda a regularização do enquadramento por formação de 2.431 servidores, com direito ao benefício nos anos de 2019 e 2020. A autorização será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (15/01). O montante investido será de quase R$ 10 milhões.

Investimento em tecnologia

Para melhorar a tecnologia e a conectividade nas unidades escolares estaduais, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) atendeu a uma antiga reivindicação dos diretores e vai descentralizar recursos para a contratação de serviços de internet. Além disso, a pasta está adquirindo um link patrocinado, para que, a partir de março, com o início das aulas, os alunos tenham acesso gratuito a todos os conteúdos oferecidos de forma online. Professores da rede junto com as equipes pedagógicas da pasta já estão produzindo videoaulas, podcasts e material em PDF para disponibilizar em plataforma própria.

- O ano letivo começa em fevereiro. Durante o mês, faremos avaliações individuais para entender o déficit educacional que surgiram durante a pandemia. Em março, receberemos os alunos de vulnerabilidade social. Nossas escolas estão preparadas para o retorno às aulas. Vamos usar um horário alternativo, procurando evitar aglomerações no transporte público - comentou o secretário de Educação, Comte Bittencourt.

Proviaeb

Com o objetivo de estreitar a parceria com as prefeituras e auxiliar na melhoria dos resultados educacionais, a secretaria criou o Programa de Valorização e Incentivo ao Aprimoramento da Educação Básica (Proviaeb). Neste ano, 17 municípios, que obtiveram índices acima de 4,8 no Ideb, receberão aporte de R$ 1 milhão cada para investimento na Educação Básica.

Alunos que não possuem dispositivo eletrônico terão prioridade em retorno das aulas presenciais / 18/01/2021 /

Alunos que não possuem dispositivo eletrônico terão prioridade em retorno das aulas presenciais


A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) anunciou que vai priorizar os 70 mil alunos em situação de maior vulnerabilidade social - cerca de 10% da rede estadual de ensino - no retorno das aulas presenciais em março. Por não possuírem dispositivo eletrônico que dê a eles condições de acompanharem as aulas remotas, os estudantes poderão ir à escola em sistema de revezamento de dias e turmas. O plano a ser adotado dependerá das recomendações do Comitê Científico e das autoridades de saúde.

- Esse aluno socialmente vulnerável, que não possui nenhum tipo de dispositivo eletrônico, ficou à margem da educação no ano de 2020. Isso não pode se repetir este ano. Se esse jovem não tem condição de ter acesso às aulas remotas, ele terá prioridade no plano presencial – explicou o secretário de Educação, Comte Bittencourt, que informou, também, que esses alunos receberão material didático impresso produzido pelos professores da rede.

CLIQUE AQUI E VEJA O GRÁFICO COMPARATIVO DA REALIDADE DA CONECTIVIDADE DOS ALUNOS.

Ainda de acordo com o secretário, 90% dos 700 mil alunos que compõem a rede estadual possuem celular. Para ofertar o ensino remoto a esses jovens, em março, a Secretaria irá lançar um link patrocinado para que os estudantes tenham acesso ilimitado aos conteúdos online sem gastar seus próprios pacotes de internet. Um novo aplicativo também reunirá as videoaulas e material didático para consulta e impressão.

- O estado já está contratando uma plataforma que vai abarcar todo o conteúdo de ensino remoto, além das aulas ao vivo no Google Classroom. O acesso a esse material estará disponível para profissionais da educação e alunos, que vão poder navegar 24h nos sete dias da semana, usando exclusivamente a nossa conectividade. Com o link patrocinado e o aplicativo, resolveremos os problemas de ensino de 90% da nossa rede – afirmou.

Para ampliar a conectividade da rede, a Seeduc também investiu R$ 4 milhões em verba extra para que as 1,2 mil escolas invistam em banda larga. As unidades escolares, que terminaram 2020 com uma média de apenas 1 Mega de velocidade de internet, terão o mínimo de 20, chegando até 100 Mega, de acordo com o quantitativo de estudantes matriculados. O salto de conexão inclui a disponibilização de wi-fi para alunos e profissionais dentro do ambiente escolar.

Governo do Estado anuncia pacote de medidas para escolas da Região Serrana em 2021 / 12/01/2021 /

Rede estadual de ensino terá incremento de até 70% nas verbas de manutenção e de merenda e ofertará cursos de qualificação para professores

Durante evento do Governo do Estado, realizado hoje (11), em Teresópolis, que marcou os 10 anos da tragédia na Região Serrana, o secretário de Educação, Comte Bittencourt, se reuniu com secretários municipais para alinhar estratégias para viabilizar o ano letivo de 2021. Entre as ações previstas pela pasta para a Região está o incremento de até 70% nas verbas de manutenção e de merenda dos seus 14 municípios, totalizando R$ 14,6 milhões. A adaptação das unidades escolares aos protocolos sanitários dentro de um modelo híbrido de ensino (remoto e presencial) faz parte do pacote de ações.

- O encontro foi importante, já que a maioria das prefeituras tem uma nova equipe assumindo e precisamos estar alinhados neste ano de muitos desafios. O importante é que se tenha um pensamento próximo dessa concepção de ensino híbrido, com parte presencial e parte remota. É fundamental as secretarias municipais terem comitês de gestão com as secretarias de saúde. Ouvir o comitê científico e a autoridade sanitária da cidade é um pré-requisito fundamental – falou.

Na ocasião, Comte também anunciou que está expandindo a oferta de vagas para a capacitação de professores municipais em ferramentas digitais. Serão ofertadas 4,5 mil vagas, 50 para cada um dos 92 municípios, no Trilha Formativa Ensino Híbrido, um compilado de cursos on-line oferecido pelo Instituto Singularidades, um dos mais renomados em qualificação de educadores.

- Só para a rede estadual, foram oferecidas 45 mil vagas. Os módulos incluem tudo o que há de mais atual para colocar em prática o modelo híbrido de ensino como produção de mídia, design gráfico, podcasts, jogos digitais, uso de aplicativos e tutoriais para produção de conteúdo – destacou.

O secretário apresentou, ainda, o calendário do novo ano letivo, que começa no dia 8 de fevereiro. Dessa data até março, todos os alunos da rede estadual de ensino passarão por um período de avaliação diagnóstica. Após essa fase será colocada em prática a recuperação de conteúdos perdidos em 2020, com algo semelhante ao que o Conselho Nacional de Educação aprovou como “Continuum Escolar”, estabelecendo uma pedagogia diferenciada e atividades extras. Os estudantes começarão o ano curricular de 2021 a partir de maio.

Seeduc oferece curso de capacitação digital em parceria com o Instituto Singularidades / 06/01/2021 /

Atenção, educadores da rede estadual de ensino!

Estão abertas as inscrições para a Trilha Formativa Ensino Híbrido, um compilado de cursos online de capacitação em ferramentas digitais. Serão oferecidas 45 mil vagas para professores, coordenadores e diretores de escolas. As aulas são fruto de uma parceria inédita entre a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) e o Instituto Singularidades, uma das instituições mais prestigiadas em formação de professores do país.

A Trilha contempla sete cursos online, que somam 110 horas de formação para o professor do estado no uso de ferramentas digitais dentro do sistema de ensino híbrido (remoto e presencial). Os módulos incluem o planejamento de aulas e novas formas de avaliação de alunos, produção de mídia, design gráfico, podcasts, jogos digitais, uso de aplicativos e tutoriais para produção de conteúdo online.

As inscrições para os cursos estão abertas a partir desta quarta-feira (06/01). O início das aulas acontece no dia 15 de janeiro. A inscrição é feita pelo link: bit.ly/trilhaensinohibrido


Os cursos são:

1. Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação (40h).

2. BNCC: Práticas e Culturas Digitais (10h).

3. Metodologias Ativas de Aprendizagem: princípios, práticas e tecnologias (20h).

4. Jogos e cultura digital na educação (10h).

5. Narrativas em vídeo na educação (10h).

6. Podcast e educação: a produção de mídia na escola (10h).

7. Narrativas gráficas para educadores (10h).


Começa nesta segunda-feira (04/01) e vai até 14/01 o prazo para confirmação de matrícula nas escolas / 04/01/2021 /

Pais e alunos maiores de 18 anos da rede estadual de ensino têm de hoje até o dia 14 de janeiro para comparecer à unidade escolar e realizar a confirmação da matrícula. Este ano, para não haver aglomeração, a entrega da documentação do estudante será feita com dia e hora previamente agendados. As informações estão disponíveis no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br) e também no portal oficial da Secretaria de Estado de Educação (http://www.rj.gov.br/secretaria/educacao).

Desde o dia 30 de dezembro, está disponível nos sites a listagem nominal dos alunos que foram alocados na 1ª fase de pré-matrículas.

Documentação

No ato da matrícula, é necessário apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou Casamento, Carteira de Identidade ou documento que a substitua; CPF, se possuir - Original (será devolvida no ato); Histórico Escolar ou Declaração da última unidade escolar em que estudou, constando a série para a qual o aluno está habilitado, ficando o original na escola; Carteira de Identidade e CPF do responsável legal, no caso de menor de 18 anos, original e cópia; Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso); Comprovante de residência com o mesmo endereço informado no ato da inscrição da matrícula; Atestado médico específico para a prática de atividade física de alto rendimento, no caso de matrícula nas unidades escolares com Ensino Médio Vocacionado ao Esporte.

Nova oportunidade para quem não foi alocado ou perdeu os prazos

A 2ª fase de matrículas já tem data para acontecer. Os dias 25 e 26 de janeiro de 2021 serão dedicados exclusivamente aos alunos que se inscreveram na 1ª fase de pré-matrícula, e não foram alocados em nenhuma unidade escolar. A partir do dia 27 de janeiro, as oportunidades serão para aqueles que não confirmaram matrícula e para quem não se inscreveu.

Diferente da fase anterior, essa é uma etapa concorrente, em que as vagas disponíveis são as remanescentes da 1ª fase, e o candidato escolhe apenas uma escola. A alocação é feita de forma imediata, por ordem de conclusão da inscrição e de acordo com a disponibilidade de vagas.

Ouvidoria

Os canais da Ouvidoria da Seeduc estão abertos para tirar dúvidas sobre a documentação, alocação e vagas na rede de ensino pelos telefones (21) 2380-9055 e (21) 2380-9160 ou pelo FalaBr (abre.ai/ouvidoriaseeduc).


Resultado da 1ª fase das pré-matrículas / 30/12/2020 /

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) divulgou, nesta quarta-feira, dia 30 de dezembro, o resultado da alocação dos candidatos que se inscreveram na 1ª fase de pré-matrículas na rede pública de ensino. A consulta dos nomes dos estudantes e das escolas está disponível no link: https://drive.google.com/drive/folders/16gtaxuEixXpmanVJUeRSBL0d4-Ah1_sS

Também no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br), o responsável - ou o aluno maior de 18 anos - poderá verificar o dia e o horário agendados para que compareça à escola e realize a confirmação da matrícula, no período de 4 a 14 de janeiro de 2021.

No ato da matrícula, é necessário apresentar originais e cópias dos seguintes documentos:

I - Certidão de Nascimento ou Casamento, Carteira de Identidade ou documento que a substitua e CPF se possuir - Original (será devolvida no ato);

II - Histórico Escolar ou Declaração da última Unidade Escolar em que estudou, constando a série para a qual o aluno está habilitado, ficando o original na escola;

III - Carteira de Identidade e CPF do responsável legal, no caso de menor de 18 anos, original e cópia;

IV - Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso), na forma prevista no § 3º, art. 15;

V - Comprovante de residência com o mesmo endereço informado no ato da inscrição da matrícula;

VI - Atestado médico específico para a prática de atividade física de alto rendimento, no caso de matrícula nas unidades escolares com Ensino Médio Vocacionado ao Esporte.


Na 1ª fase, a distribuição de vagas é feita observando-se a disponibilidade física de cada escola, o tipo de atendimento prestado por unidade e considerando os seguintes critérios, conforme o art. 53 do Estatuto da Criança e do Adolescente:

I - preferência à pessoa com deficiência, conforme estabelecido no art. 54, III do Estatuto da Criança e do Adolescente;

II - preferência para crianças e adolescentes até 18 anos incompletos, conforme previsto no art. 227 da Constituição Federal;

III - permanência na Rede Pública de Ensino;

IV - proximidade da residência;

V- em caso de empate, a prioridade será para o aluno mais novo.


Secretaria de Educação divulga resultado da alocação da pré-matrícula / 29/12/2020 /

Nesta quarta-feira, dia 30 de dezembro, a partir das 08h, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) disponibilizará a listagem nominal dos alunos que foram alocados na 1ª fase de pré-matrículas. O resultado será divulgado no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br) e também no portal oficial da Seeduc (http://www.rj.gov.br/secretaria/educacao).

No site Matrícula Fácil, o responsável - ou o aluno maior de 18 anos - poderá verificar o dia e o horário agendados para que compareça à escola e realize a confirmação da matrícula, no período de 4 a 14 de janeiro de 2021.

No ato da matrícula, é necessário apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou Casamento, Carteira de Identidade ou documento que a substitua; CPF, se possuir - Original (será devolvida no ato); Histórico Escolar ou Declaração da última unidade escolar em que estudou, constando a série para a qual o aluno está habilitado, ficando o original na escola; Carteira de Identidade e CPF do responsável legal, no caso de menor de 18 anos, original e cópia; Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso); Comprovante de residência com o mesmo endereço informado no ato da inscrição da matrícula; Atestado médico específico para a prática de atividade física de alto rendimento, no caso de matrícula nas unidades escolares com Ensino Médio Vocacionado ao Esporte.

Nova oportunidade para quem não foi alocado ou perdeu os prazos

A 2ª fase de matrículas já tem data para acontecer. Os dias 25 e 26 de janeiro de 2021 serão dedicados exclusivamente aos alunos que se inscreveram na 1ª fase de pré-matrícula, e não foram alocados em nenhuma unidade escolar. A partir do dia 27 de janeiro, as oportunidades serão para aqueles que não confirmaram matrícula e para quem não se inscreveu.

Diferente da fase anterior, essa é uma etapa concorrente, em que as vagas disponíveis são as remanescentes da 1ª fase, e o candidato escolhe apenas uma escola. A alocação é feita de forma imediata, por ordem de conclusão da inscrição e de acordo com a disponibilidade de vagas.

Ouvidoria

Nesta quarta-feira (30), das 8h às 18h, os canais da Ouvidoria da Seeduc estarão abertos para tirar dúvidas sobre alocação e vagas na rede de ensino pelos telefones (21) 2380-9055 e (21) 2380-9160 ou pelo FalaBr (abre.ai/ouvidoriaseeduc).

A Ouvidoria entrará em recesso no dia 31/12 e retornará o atendimento a partir do dia 04/01.

SERVIÇO

ALOCAÇÃO NA REDE ESTADUAL

Resultado da alocação: 30 de dezembro (divulgação no site www.matriculafacil.rj.gov.br)

Confirmação da pré-matrícula: de 4 a 14 de janeiro de 2021 (de acordo com as informações divulgadas no site Matrícula Fácil).


Seeduc publica calendário do ano letivo de 2021 / 24/12/2020 /

No dia 8 de fevereiro começa o ano letivo de 2021, quando será iniciado o processo de diagnóstico dos alunos em todas as séries da rede estadual de ensino. É o que determina o calendário da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), publicado na Resolução 5904 do Diário Oficial do último dia 23 de dezembro. O texto também prevê a realização de aulas na modalidade híbrida (presencial e remota).

Ainda segundo a Resolução, o ano letivo de 2021 será dividido em quatro bimestres e terá carga horária mínima de 800 horas, distribuídas por um mínimo de 200 dias de efetivo trabalho escolar. O cumprimento do calendário é de responsabilidade do diretor da escola, sob a orientação e supervisão da Diretoria Regional Pedagógica.

Acesse a resolução clicando aqui.


Alunos da Maré rede vencem torneio de robótica / 23/12/2020 /

Alunos do Colégio Estadual Professor João Borges de Moraes, na Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, conquistaram o 1º lugar na fase nacional do Torneio Brasileiro de Robótica 2020. A premiação foi na categoria High – que engloba participantes de 15 a 19 anos –, na modalidade Organização e Método.

O Torneio Brasil de Robótica-TBR é uma iniciativa da R2E-Robótica Educação e Eventos. A organização recebe o apoio de instituições educacionais na promoção de campeonatos educativos e tem como objetivo aprofundar o exercício do método científico e identificar talentos no universo da ciência e tecnologia.

Depois de vencer a fase regional do torneio, os estudantes da Maré disputaram a final com 43 equipes de todo o país. Os jovens ficaram entre os quatro finalistas e receberam o prêmio Superação.

O grupo vitorioso é formado pelos estudantes da 2ª série do Ensino Médio, Artur Castro, Camille Soares, José Rodrigo Leão, Judy Beatriz Faria e Lucas Ribeiro.

Nesse torneio, os alunos tiveram como mentora e técnica as educadoras parceiras Ana Helena Mendes e Senna e Inês Cristina Di Mare Salles, respectivamente.

Em 2019, a equipe já havia se destacado participando do Torneio FLL - First Lego League, recebendo o Prêmio Inspiração.

O trabalho que vem sendo desenvolvido com o grupo na área de robótica é uma parceria da escola com a Redes da Maré e conta com o apoio de várias entidades, além do entusiasmo e dedicação dos diretores geral e adjunto do colégio, professores Marcelo Belfort e Sérgio Barbosa.

Parabéns a todos! Que 2021 traga novas vitórias!

Siga nossas redes e fique por dentro de todas as novidades!